quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Especial VMA


A incrível performance do
Rei do Pop na edição de 1995

O maior artista que o planeta já teve o privilégio de admirar e exaltar pode ser considerado uma presença de certa constância nas edições do Video Music Awards. Michael Jackson, o eterno rei do pop, sempre deixou seu rastro de talento extremo e competência impressionante nas impecáveis apresentações que realizou no palco de uma das mais importantes premiações musicais dos Estados Unidos.
A que destacaremos neste “Especial VMA” pode ser apontada como uma das performances mais famosas e extraordinárias da história da premiação. Trata-se da apresentação de um medley épico de alguns de seus maiores sucessos: “Beat It”, “The Way You Make Me Feel”, “Black or White”, “Smooth Criminal”, “Don't Stop 'til You Get Enough”, “Scream”, “Billie Jean”, “Dangerous” e “You Are Not Alone”. A apresentação também tinha como intuito promover seu novo álbum na época “HIStory: Past, Present and Future - Book I”.


Em 15 minutos de explosão incrível de música e dança, Jackson reforçava mais uma vez o título de Rei do Pop e ao lado do guitarrista ex-Guns ‘N Roses, Slash, desenvolvia um dos momentos mais memoráveis que o público do Video Music Awards já teve a oportunidade de assistir.
Ao som dos conhecidos solos de guitarra do artista em estilo super rockstar, o astro protagonizou uma das maiores cenas clássicas da história do VMA: durante a execução da música “Black or White”, o rei do pop é impactado por fortíssimas rajadas de vento produzidas por máquinas localizadas na superfície do palco da premiação. Seu figurino e seus cabelos são totalmente esparsos pelo ar artificial em impressionante movimento. Quando a performance acabou, a multidão no Radio City Music Hall ovacionou-o de forma ensurdecedora e digna do tamanho e da majestade da apresentação.


Naquela noite, Michael receberia ainda dois prêmios: um por "Melhor Coreografia" e outro de "Melhor Direção de Arte" pelo vídeo de "Scream", feito em colaboração com sua irmã Janet que aparece ao final do vídeo da performance aplaudindo seu incrível desempenho.
Michael Jackson provava mais uma vez que sua arte era de uma excelência incomparável e de que seu nome haveria de ficar marcado para sempre na história do pop mundial.



Na edição do Video Music Awards de 1997, a cantora Fiona Apple – uma das queridinhas da metade dos anos 90 nos Estados Unidos que conseguiu atenção dos holofotes do mundo pop por ser uma das integrantes da geração da tendência “rock feito por garotas” – foi protagonista de um dos discursos de “agradecimento” mais controversos e polêmicos da premiação. Ao subir ao palco para receber o seu Moonman de “Melhor Novo Artista”, ninguém imaginava que a bela artista não tivesse quaisquer receios ou pudores de declarar publicamente “que este mundo é uma bullshit” (a tradução todo mundo sabe, não é?), referindo-se claramente à MTV e aos negócios da música de sua época. Além disso, a cantora aconselhou o público a não se deixar influenciar pela “cultura de celebridade” e evocou o nome de Maya Angelou ao declarar “seja você mesmo quando falar às outras pessoas”.
Apesar das aparentes manifestações de apoio e aprovação do público presente na premiação, principalmente por saudações com aplausos e gritos, o discurso de Fiona Apple gerou muita repercussão e polêmica na mídia nos dias seguintes, o que foi reforçado ainda mais por um comentário irônico do anfitrião da premiação, Chris Rock, após a controversa fala. Muitos apontavam o discurso como hipócrita e descabido, pois como uma artista que gravara um vídeo picante apenas de calcinha podia dizer para outras pessoas ignorarem a cultura da celebridade? Esse era o questionamento principal nas publicações que noticiaram o fato. No entanto, a cantora não recuou e posteriormente declarou com firmeza: "Quando eu tenho algo a dizer, eu vou dizer!”.




4 comentários:

Augusto César disse...

Com certeza um dos momentos memoráveis da história do Video Music Awards. Parabéns pelo post, Júnior! Muitas informações bacanas... É sempre muito bom aprender um pouco mais aqui no Anexo!!!

@Raspante disse...

Muito massa esse ESPECIAL VMA. Eu tenho esta apresentação aqui no meu PC, é realmente ótima. MJ realmente foi e é o REI DO POP!

• blogaritmox • disse...

De arrepiar esse Michael Jackson! Que orgulho de ser fã dele!

Tô Ligado disse...

Owwww, existem ídolos que realmente são insubstituíveis.Não é qlq Lady gaga que entrará no lugar do rei ou de Madonna.

Bom fds