sexta-feira, 30 de abril de 2010

O retorno de “Woody Allen em quadrinhos” às livrarias brasileiras


Uma série de álbuns em quadrinhos bastante inteligente e diferenciada está voltando às prateleiras das livrarias nacionais. Trata-se de “Woody Allen em quadrinhos”, criada e produzida pelo cartunista Stuart Hample. Segundo informações divulgadas há pouco mais de uma semana no Sabático – caderno semanal especializado em livros do jornal “O Estado de São Paulo” – a editora Desiderata lançará o primeiro álbum ainda este ano.
Produzida entre os anos de 1976 e 1984, a série foi publicada pela primeira vez no Brasil em 1978, através da editora L&PM. Na época a tradução ficou a cargo de Ruy Castro e o título dado a conjunto de álbuns foi “O nada e mais alguma coisa”.
Já em 1981, a editora Record publicou a compilação “A Vida Privada de Woody Allen” (algumas imagens desta obra podem ser vistas neste post).
No que diz respeito ao conteúdo da obra, as tiras em si são sempre marcadas por aqueles conhecidos tipos de neuroses vivenciadas pelos personagens dos filmes de Woody Allen. Não são poucos os casos em que o cenário principal das histórias, assim como nos longas do diretor, são consultórios de psicanálise.
A editora Desiderata que está reiniciando as publicações dos álbuns é uma das componentes do grupo Ediouro, que atualmente também publica quadrinhos da Agir e Pixel Media.

Fonte: Universo HQ

2 comentários:

@blogaritmox disse...

Não conhecia essas tiras, parecem interessantes!

Boa iniciativa da Desiderata.

Tô Ligado disse...

Selo do Prêmio Dardos pra você no Tô Ligado!

Passa lá depois.

Abraços
Brunno!!!